background img
pesquisa-eleitoral-1

PESQUISA ELEITORAL, CHEIRO DE MARMELADA

pesquisa-eleitoral-1

Não podemos apontar qual pesquisa está errada, mas na semana passada uma delas apontava Vera Lúcia com 10%, uma semana após, ela não é nem citada, como pode? Jackson barreto como governador também com 10%, como pode? O único resultado unânime, e que ninguém contesta, é que João lidera.

 

Cresce que nem rabo de cavalo

A candidatura de Eduardo Amorim cresce que nem rabo de cavalo, para baixo. Após ele meter os pés pelas mãos 3 vezes em 1 ano, suas chances em 2014 são remotas.

 

Meteu os pés pelas mãos I

Primeiro o grupo Amorim foi o responsável pelo atraso do PROINVESTE, em 8 meses. Com este recurso, hoje, o Hospital do Câncer pode ser construído, apesar dos 8 meses de atraso.

 

Meteu os pés pelas mãos II

A contrapartida do PROINVESTE foi rejeitada no primeiro momento,pelo grupo Amorim, sendo aprovada com quase 1 ano de atraso, um absurdo! Com este recurso, muitas casas populares serão construídas em todo o estado.

 

Meteu os pés pelas mãos III

Achando pouco, Amorim vota contra o projeto MAIS MÉDICOS, que levará, às famílias de lugares mais distantes e humildes, atendimento médico.

 

Avaliação

Pode com este currículo, Amorim, chegar forte em 2014? É claro que não!

 

Majoritária

O nome do Deputado Federal Mendonça Prado cresce para disputa majoritária. Hoje comentários dão conta que ele lidera pesquisa para o Senado, mas por qual motivo o nome dele não é colocado nas últimas pesquisas divulgadas? A quem interessa o nome de Mendonça Prado fora?

 

Está fora

O radialista e ex deputado estadual, Gilmar Carvalho, está fora do páreo, se esperneou, a audiência caiu assustadoramente, seus vídeos estão com poucos acessos e a credibilidade oh..

 

Perdeu mais uma

O grupo Amorim se especializou em censura! Quem, democraticamente, faz oposição a Amorim, de prêmio, recebe um processo. Mas novamente Amorim é derrotado na justiça, depois de Júnior Torres e amigos, agora foi a vez do radialista George Magalhães.

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *