background img
833eba8bee850319cf94fe3c8cdf55b5

Obras da área de lazer da duplicação da Avenida Euclides Figueiredo são iniciadas

O espaço ao lado da duplicação da Avenida Euclides Figueiredo será equipado com ciclovia em concreto, calçadas em concreto polido, três quadras de vôlei de areia, três quadras poliesportivas, dois parques infantis, um campo de futebol society, dois quiosques específicos para venda de cocos, uma rampa de skate, 12 quiosques para convivência, um posto de saúde, dois postos policiais, um estacionamento em paralelepípedo e dois estacionamentos em pavimentação asfáltica

Os serviços da área de lazer que farão parte do futuro calçadão no trecho onde está sendo feito a duplicação da Avenida Euclides Figueiredo, no bairro Porto D’anta, foram iniciados e começam a tomar forma em diversas frentes de trabalho.  A obra é executada pelo governo de Sergipe, por meio da parceria entre a secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e a Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop), um investimento de R$ 32.992.041,88.

Desse total, R$ 24.345.892,12, são oriundos do Programa de Infraestrutura e da Mobilidade Urbana (Pró Transporte), correspondente à duplicação da Avenida Euclides Figueiredo, binário da Avenida Euclides Figueiredo e Tancredo Campos, substituição do emissário de esgoto da Avenida Tancredo Campos e urbanização da Avenida João Rodrigues e ainda R$ 8.466.149,76, provenientes do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados (Proinveste), destinados à construção da área de lazer.

O espaço ao lado da duplicação da Avenida Euclides Figueiredo será equipado com ciclovia em concreto, calçadas em concreto polido, três quadras de vôlei de areia, três quadras poliesportivas, dois parques infantis, um campo de futebol society, dois quiosques específicos para venda de cocos, uma rampa de skate, 12 quiosques para convivência, um posto de saúde, dois postos policiais, um estacionamento em paralelepípedo e dois estacionamentos em pavimentação asfáltica.

O andamento dos trabalhos

Segundo o secretário Estadual da Infraestrutura, Valmor Barbosa, os serviços estão mais ágeis. “As chuvas prolongadas impediram que mantivéssemos a celeridade inicial, porém, com o tempo se mostrando firme há duas semanas, dobramos o efetivo e atualmente estamos com 120 operários em quatro frentes de trabalho. Na primeira, que corresponde à duplicação da via, retomamos a terraplenagem, estamos concluindo o fechamento de um muro no final da Avenida Tancredo Campos, construindo dois quiosques, implantando o meio-fio e as últimas bocas de lobo, finalizando o talude, executando a camada de sub-base no trecho que faltava e o aterro do caixão da ciclovia e do passeio”, explica.

Ele destaca que as demais frentes correspondem aos equipamentos urbanos da área de lazer. “Na primeira delas, estamos construindo o posto médico, o posto policial, iniciamos a mureta da quadra de basquete, bem como o alicerce de uma das quadras poliesportivas. Paralelo ao início do Residencial José Eduardo Dutra, estamos finalizando a terraplenagem e iniciamos o plantio da grama, a construção da pista de skate, de um quiosque de convivência e do muro de contenção. Já na última frente de trabalho, situada no término da rua principal do residencial, os operários iniciaram a construção do anfiteatro, bem como dos alicerces das quadras de vôlei e poliesportiva, sendo que o percentual de execução da obra já atinge 60%”, revela.

Valmor Barbosa ressalta que a intervenção dará novo aspecto à região. “Além de contribuir significativamente para a mobilidade urbana do bairro, uma vez que com a duplicação, a avenida terá pista de rolamento com nove metros de largura, sinalização horizontal com pintura termoplástica e vertical com placas reflexivas, além de semipórtico para sinalização de rodovia, as normas de acessibilidade estarão asseguradas uma vez que em toda a extensão serão construídas rampas para pessoas com mobilidade reduzida e aplicados 183 metros de piso táctil em concreto, o que garante mais comodidade e segurança ao tráfego de pedestres”, exemplifica.

O secretário diz ainda que finalizados os serviços, os moradores do bairro e imediações terão um espaço propício para a diversão e convivência. “Em todo o trecho da área de lazer serão construídos 29 bancos de concreto com encosto de madeira massaranduba, instalados equipamentos de ginástica, implantada rede de iluminação pública com 35 postes de 16 metros com quatro pétalas e lâmpadas de vapor de sódio 400 W e instaladas 29 lixeiras em fibra de vidro com cinzeiro. Além da reserva natural de mangue que margeia e embeleza ainda mais o local, o projeto paisagístico contempla o aproveitamento de algumas árvores existentes, a plantação de 352 unidades de árvores, 1343 unidades de arbustos e 19.354 m² de grama, transformando até então um lugar inóspito em um dos mais belos cartões-postais da capital sergipana”, afirma.

 

Via ASN

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!