background img
untitled-1_2mpDy1T

FORD KA TIRA NOTA ZERO EM NOVO TESTE DE SEGURANÇA DO LATIN NCAP

Hatch é o terceiro veículo mais vendido do país e foi reprovado nos testes de colisão; versão sedã também foi testada

por REDAÇÃO AUTOESPORTE

Ford Ka foi reprovado no teste de segurança do Latin NCAP. O desempenho ruim fez com que o modelo não conquistasse estrelas na proteção a adultos, na escala que vai de um a cinco.Já a proteção a crianças chegou a três estrelas, índice também fraco. Segundo o órgão, o resultado é “extremamente desapontador”. Foram testadas as versões hatch e sedã do modelo. Antes do Ka, o Chevrolet Onix, modelo mais vendido do país, também havia sido reprovado.

Em novembro de 2015, esta mesma geração do Ka havia conquistado quatro estrelas para adultos e três para crianças. Agora, porém, a nota foi reduzida porque ele foi testado seguindo as novas regras do instituto. Esse novo protocolo incluiu a realização de testes que simulam uma colisão lateral, prova em que o Ka demonstrou “desempenho pobre, mostrando níveis altos de lesões no peito do ocupante adulto, penetração profunda do pilar B no habitáculo e abertura da porta”, conforme o relatório do Latin NCAP.

Os testes apontaram que o Ford não é equipado com itens capazes de absorver a energia do impacto lateral em sua estrutura e no painel das portas. Assim, o instituto estabeleceu uma comparação: o Ka atualmente vendido no Brasil não teria segurança suficiente para ser aprovado nas normas exigidas pela Organização das Nações Unidas na Europa desde 1995.

“Estamos surpresos de que, mais uma vez, um fabricante tão importante como a Ford venda um carro zero estrela na América Latina, que, inclusive, falharia nos testes básicos da norma de proteção contra impactos laterais da ONU”, afirma Alejandro Furas, secretário geral do Latin NCAP. Segundo ele, os consumidores não merecem carros com nível de segurança “inferior ao padrão mundial” e as montadoras “sabem, bem ao certo, como produzir automóveis bem mais seguros”.

Exclusivo: Ka e Ka + receberão reforços estruturais

Segundo Autoesporte apurou com exclusividade, o Ford Ka receberá reforços estruturais justamente nesta porção, provavelmente na ocasião do seu facelift de meio de vida (MCA). As colunas B (centrais) serão reprojetadas com novos materiais, contudo, sem receber aço estampado a quente como o que será aplicado nos Chevrolet Onix e Prisma, informação também antecipada em primeira mão por Autoesporte. Da mesma maneira, as portas e revestimentos internos  serão reprojetados para evitar ferimentos aos ocupantes em impactos laterais.

Ford Ka Latin Ncap (Foto: Reprodução)
Segurança infantil

A proteção às crianças foi considerada “aceitável” e chegou a três estrelas, mas também apresenta falhas. A principal delas é que a porta traseira se abriu durante o teste de impacto lateral, o que expõe os passageiros a riscos maiores.

Além disso, o modelo não oferece cintos de três pontos para todos os ocupantes, nem a possibilidade de desativar o airbag do passageiro para transportar cadeirinhas infantis com mais segurança. Além disso, a sinalização do sistema Isofix foi considerada “deficiente”. Esses três itens diminuíram a nota do Ka na avaliação da proteção infantil.

 

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!