background img
ciborg

Com torcida dividida e novo visual, Cris Cyborg faz encarada séria com Holly Holm

Brasileira adota estilo “Avatar” – tranças compridas no cabelo – e pinta o rosto nas cores verde e amarelo no último encontro com a americana antes do UFC 219, sábado, em Las Vegas

Lutadora desde 2005, Cris Cyborg se acostumou – ao menos em suas últimas lutas – a ter o público totalmente ao seu favor. Nesta sexta-feira, na pesagem cerimonial do UFC 219, em Las Vegas (EUA), a campeã peso-pena viu sua popularidade ficar dividida com a da americana Holly Holm, sua desafiante na luta principal do evento deste sábado. Ambas foram aplaudidas pelo público em pé de igualdade.

UFC 219: Confira a pesagem de Cris Cyborg x Holly Holm

UFC 219: Confira a pesagem de Cris Cyborg x Holly Holm

Cyborg, que apareceu na pesagem ostentando tranças no cabelo que chegavam até a altura dos joelhos, pintou o rosto com as cores verde e amarelo. A brasileira protagonizou uma encarada séria, contudo respeitosa com a oponente.

- Foi diferente essa (pintura) aqui, gostei muito, está parecendo um Avatar. Eu adorei, represento o Brasil, é minha obrigação. Brasileiro é guerreiro. A gente não desiste, continua lutando, tenho orgulho de representar a todos no Brasil – declarou Cyborg, ao Combate.com, minutos após deixar o palco.

Pela primeira vez em uma luta nos Estados Unidos, Cris Cyborg terá a companhia de sua mãe, Bersima G.A. Moraes, ou Dona Gorete, como é conhecida. Ela veio do Brasil para prestigiar a filha, que tenta defender o título.

Curitibana fechou o semblante ao posar para as lentes dos fotógrafos (Foto: Evelyn Rodrigues)

Curitibana fechou o semblante ao posar para as lentes dos fotógrafos (Foto: Evelyn Rodrigues)

- Ela chegou hoje, veio do Brasil. Não sabia nem se ia chegar, mas chegou no horário certinho. Ela já assistiu no Brasil, na verdade, fechou o olho. É a primeira vez que vem assistir nos Estados Unidos. Veio fechar os olhos aqui (risos).

Holly Holm, que no UFC 208, em fevereiro, perdeu a chance de ser a campeã inaugural do peso-pena ao perder por decisão dividida para Germaine de Randamie, promete não deixar dúvidas quanto ao resultado do confronto.

- Quando lutei com a Germaine, fiz o bastante, mas não ficou claro, a vitória poderia ter ido para ela ou para mim. Estou aqui de novo e preciso deixar as coisas mais claras desta vez.

Khabib Nurmagomedov, um dos mais festejados, utilizou sua tradicional peruca para encarar Edson Barboza com intensidade. O russo ainda deu uma peruca de presente para Joe Rogan, comentarista do Ultimate que convocava os atletas ao palco. Ele a colocou – retirando apenas quando os pesos-leves desceram do palco após se abraçarem cordialmente.

Marc Diakiese entrou acelerado no palco e, em um raro momento, sem nenhum treinador ou companheiro de equipe para acompanhá-lo. Ele aguardou Dan Hooker posar para fotos em cima da balança e caminhou em direção ao adversário, para quem vociferou algumas palavras, enquanto Dana White tentava contê-lo.

Sem lutar desde agosto do ano passado, Carlos Condit foi muito aplaudido pelos torcedores. O atleta, que tem um estilo agressivo dentro do octógono, fitou Neil Magny com seriedade, mas eles fecharam a encarada com um cumprimento.

Único brasileiro do card preliminar do evento, Matheus Nicolau e Louis Smolka apertaram as mãos normalmente depois de fazerem uma encarada tranquila.

Combate transmite o UFC 219 ao vivo, na íntegra e com exclusividade. O Combate.com transmitirá as duas primeiras lutas do card preliminar em vídeo e o restante do evento em Tempo Real.

Confira os pesos de todos os atletas:

CARD PRINCIPAL
Peso-pena (até 65,8kg*): Cris Cyborg (65,8kg) x Holly Holm (65,3kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Khabib Nurmagomedov (70,5kg) x Edson Barboza (70,3kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Dan Hooker (70,5kg) x Marc Diakiese (70,5kg)
Peso-palha (até 52,6kg): Cynthia Calvillo (52,6kg) x Carla Esparza (52,4kg)
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Carlos Condit (77,3kg) x Neil Magny (77,3kg)
CARD PRELIMINAR
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Khalil Rountree (93kg) x Michal Oleksiejczuk (92,3kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Myles Jury (66,2kg) x Rick Glenn (66kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Marvin Vettori (84,1kg) x Omari Akhmedov (84,1kg)
Peso-mosca (até 57,2kg): Louis Smolka (57,2kg) x Matheus Nicolau (56,9kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Tim Elliott (61,2kg) x Mark De La Rosa (61,5kg)

* As atletas não tiveram direito a uma libra (0,454kg) de tolerância, pois a luta é válida pelo cinturão.

Via COMBATE

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!