background img
pm

Segurança: comerciários elogiam operação ‘Comércio Seguro’ do governo do Estado

Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju, Brenno Barreto, afirma que o apoio da Polícia Militar é essencial para a tranquilidade da população nesses períodos de grande fluxo nos centros comerciais

Concluída nesta segunda-feira (15) a operação ‘Comércio Seguro’, foi realizada pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Iniciada em dezembro, a operação reforça o policiamento no Centro da capital, 13 de Julho e Siqueira Campos durante o período que antecede o Natal e o Ano Novo com o objetivo de inibir a criminalidade quando o fluxo de consumidores se eleva consideravelmente por conta das comemorações de fim de ano. Este ano, houve uma redução de 54,55% no número de roubos e de 48% nos registros de furtos quando comparado com a Operação de 2017.

De acordo com os dados da operação ‘Comércio Seguro’, divulgados pela Polícia Militar, foram registrados entre 01 de dezembro de 2017 e 10 de janeiro de 2018: 20 roubos, 13 furtos e um furto a veículo.

Para a Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL), a operação aumenta a sensação de segurança de lojistas e consumidores.  “Queremos agradecer ao governo do Estado, em especial à Polícia Militar, que é seu braço direito no que corresponde à Segurança Pública. A avaliação que nós fazemos de mais um ano de operação é positiva, visto que sempre somos atendidos quando solicitamos o apoio da PM nesses períodos de maior fluxo dos centros comerciais da capital. Há uma preocupação com esse reforço na segurança não apenas para os clientes, mas também para os comerciários”, destacou o presidente da CDL, Brenno Barreto.

O governador Jackson Barreto destacou a parceria com a CDL e o compromisso da gestão em ampliar o efetivo da Polícia Militar, reforçando, assim, as equipes de segurança do Estado.

“A CDL impulsiona nosso comércio, é uma incubadora de ideias e de trabalho voltada para o fortalecimento de nossa economia. Nosso governo é parceiro, atuamos para o bom desenvolvimento do comércio porque quanto mais renda, mais emprego. A operação ‘Comércio Seguro’ atende a demanda dos lojistas e movimenta nossa economia porque as pessoas se sentem seguras em frequentar os centros comerciais”, afirmou.

O presidente da CDL, Brenno Barreto salientou, também, que o trabalho da PM, comandado pelo tenente-coronel Vivaldy Cabral Santos, também visa a conscientizar clientes e comerciários através de orientações sobre medidas a serem praticadas que evitam atrair a atenção dos ladrões. De acordo com o tenente-coronel Vivaldy, há uma redução significativa nos últimos anos com relação ao número de ocorrências durante a operação ‘Comércio Seguro’.

“Não houve nenhum registro de arrombamentos de veículos ou lojas, o que reflete um saldo bastante positivo da operação. A ostensividade da PM em pontos estratégicos, principalmente nos calçadões, foi fundamental para que inibisse a ação dos ladrões. A operação acontece há aproximadamente cinco anos, e ano após ano os registros vem diminuindo”, declarou Vivaldy.

Além do reforço com policiais nas ruas – que segundo o tenente- coronel Vivaldy, foram escalados 60 policiais por dia durante a operação – a ação contou com bases de monitoramento nos Calçadões. “As bases de monitoramento tiveram a finalidade de, além da visibilidade do policiamento com a presença ostensiva da viatura, o objetivo de fazer registros das câmeras e aproximar a polícia das pessoas que podiam fazer sua intervenção junto aos policiais que ali se encontravam. Nós tivemos quatro bases móveis posicionadas no Centro da cidade durante todo esse período, o que contribuiu para essa redução”, ressaltou.

 

Via ASN

 

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!