background img
0a3403124856f2cb74dfec70e52ddeb1

Itabaiana recebe mais de R$ 200 milhões em obras do governo do Estado

Com intervenções na zona urbana e na zona rural, o município de Itabaiana já se tornou um canteiro de obras, que conta com novas estruturas em mobilidade, comércio e esporte

O Agreste sergipano está sendo foco de investimentos em diversas áreas estratégicas pelo governo do Estado. São mais de R$ 200 milhões em obras que irão facilitar a vida da população e trazer desenvolvimento para a região. Com intervenções na zona urbana e na zona rural, o município de Itabaiana já se tornou um canteiro de obras, que conta com novas estruturas em mobilidade, educação, comércio e esporte.

Contando com recursos do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados (Proinveste) no valor de R$ 58.140.592,81, as obras da rodovia Itabaiana-Itaporanga D’Ajuda estão em plena atividade. O projeto está sendo executado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) em parceria com o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER). São 53 km de extensão que irão dinamizar o escoamento da produção agrícola e mineral da região.

Também com recursos do Proinveste, a Central de Abastecimento de Itabaiana (Ceasa) está sendo erguida às margens da BR 235, nas proximidades do acesso ao povoado Mata da Raposa. Estão sendo investidos R$ 30.689.968,93 na obra, que totaliza 10.652,58m² de construção. O empreendimento conta com três blocos com 213 boxes de comercialização, além de outros espaços.

Em se tratando dos investimentos no esporte, a obra do novo ginásio de Itabaiana está em vias de conclusão. Os investimentos somam R$ 13.599.402,40 em recursos do Programa Sergipe Cidades. São mais de 5,5 mil m² construídos em uma área total superior a 21 mil m², com capacidade para 2.546 torcedores.

Rodovia

A rodovia Itabaiana-Itaporanga cumprirá o importante papel de interligar as duas principais rodovias federais que atravessam Sergipe, encurtando distâncias e ampliando a malha viária do Estado. Serão mais de 50km de via com 10 metros de largura, sendo sete metros de pista de rolamento e três metros de acostamento. O projeto conta, ainda, com sistema de drenagem, sinalizações horizontal e vertical e construção de pontes sobre dois riachos.

O frentista Cleidivaldo de Araújo, que trabalha nas proximidades da nova rodovia, já aprovou o trabalho que está sendo feito na região. “Acredito que vai ser bom, vai melhorar muito. O deslocamento vai ficar melhor para o pessoal que mora próximo e também para quem vende verdura. Aqui no posto o movimento vai melhorar também, porque o fluxo de veículos vai aumentar”, afirma.

Atualmente, a construção avança com a aplicação da camada asfáltica, já tendo sido quase concluído o processo de terraplanagem. Em alguns trechos, a intervenção demanda que seja feita a desapropriação, o que já está sendo executado com recursos do tesouro do Estado.

Ceasa

A Central de Abastecimento contará com três blocos, além de praça de alimentação, estacionamento com área de carga e descarga, guaritas, casas de lixo e gás, reservatório e castelo d’água. No estágio atual da obra, as fundações dos blocos B e C já estão em andamento, de modo que o percentual executado já chega aos 20%.
Para o carpinteiro José Carlos Reis, que há mais de 50 anos mora e trabalha em frente ao terreno onde a Ceasa está sendo construída, a obra trará grandes benefícios para a região. “Acho que vai ficar muito bom com a Ceasa aqui, vai organizar. Hoje, o mercadão lá é um aperto danado. Tendo a Ceasa aqui já folga muito mais. Vai ter atacado, varejo e tudo, aí facilita muita coisa. Eu mesmo só vou precisar atravessar a rua para fazer feira. E é bom porque valoriza muito a região, as casas ficam valendo mais”, considera.

A comerciante Lúcia Santos concorda. “Moro e trabalho aqui há 22 anos. Fico sempre aqui e vejo o pessoal trabalhando. Acho que vai ser bom para todo mundo, mais tranquilo para comprar e vender. Até para dar uma segurança aqui melhora, e vai melhorar também o movimento”, diz.

Além de dinamizar a economia da região, a Ceasa deve resolver o problema causado pelo grande fluxo de caminhões que descarregam mercadorias na região central de Itabaiana, propiciando uma melhor circulação para comerciantes, clientes e população em geral.

O bloco A será composto pelo setor administrativo, com 12 boxes destinados a produtos de artesanato, vestuário, embalagens, utensílios domésticos, farmácia e casa lotérica. Haverá, ainda, dois espaços destinados a unidades bancárias, totalizando 1.470,30 m². Com 3.637,58 m² de área a ser construída, o bloco B será destinado ao setor de varejo.

Destinado ao setor de atacado, o bloco C é o maior de todos, com área equivalente a 4.501,10 m². O espaço terá 61 boxes para frutas, legumes e hortaliças; 24 boxes para grãos, raízes e tubérculos e 25 boxes para açougue. Já a praça de alimentação possuirá uma área de 867,18 m², com espaço para sete restaurantes e/ou lanchonetes. Tanto os blocos B e C quanto a praça de alimentação contarão com banheiros, sendo que mais da metade deles será reservado para o uso de pessoas com deficiência.

Ginásio

Buscando a valorização das práticas esportivas, culturais e de lazer, o ginásio de Itabaiana está sendo concluído em moldes de alta modernidade. A estrutura inclui piso de resistência especial, arquibancada com 11 níveis, banheiros, vestiários, cabines para a imprensa, cobertura em alumínio ondulado e iluminação com luminárias industriais, além de modernos sistema de água, esgoto e drenagem.

Na área externa haverá estacionamento com capacidades para 220 veículos e bicicletário, bem como estruturas de acessibilidade. Serão 16 rampas, piso tátil e sanitários exclusivos para uso de pessoas com mobilidade reduzida. Completando a obra, o projeto paisagístico conta com mais de 1,4 mil unidades de plantas e mais de 3,3 mil m² de grama, incluindo a preservação das árvores já existentes no terreno.

A salgadeira Joseane Costa de Andrade, que mora em frente ao novo ginásio, está satisfeita com o projeto e não vê a hora da inauguração. “Tem uns dois anos que moro aqui. Antes era um módulo esportivo com uma quadra, mas estava abandonado há um tempão. Ninguém usava muito. Agora estou vendo o pessoal trabalhando sempre aqui, todos os dias. É uma obra muito bonita, que vai valorizar a região e vai ser mais uma opção para quem pratica esporte”, pontuou.

Outros investimentos

Além da rodovia Itabaiana-Itaporanga, da Ceasa e do ginásio, outros investimentos estão sendo trazidos para Itabaiana e para o Agreste. Há menos de seis meses o governo do Estado já realizou a entrega da primeira etapa do sistema de esgotamento sanitário de Itabaiana, cujo valor totalizou R$ 23,5 milhões. Ao todo, serão investidos 68,5 milhões em esgotamento no município. Também foi entregue a reforma do escritório regional da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), com investimento de R$ 245.655,08; Ceac no shopping Peixoto; a escola Murilo Braga foi reformada. O governo, por meio do Banese, também destinou à Sociedade Filarmônica Nossa Senhora da Conceição um total de R$ 200 mil. O recurso se insere na Lei 8.313/1991 (Lei Federal de Incentivo à Cultura).

 

Via ASN

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!