background img
04897da914cf8bbca21a53097f53b1fc

Jackson inaugura Centro de Saúde e fala em resolver situação jurídica de servidores da FHS

Na oportunidade, o governador anunciou a entrega para a próxima quarta-feira (14), da nova unidade de Radioterapia do Huse e o envio de projeto de Lei que trata da segurança jurídica dos servidores da Fundação Hospitalar de Saúde

O governador Jackson Barreto iniciou a semana com conquistas para a rede estadual de saúde: ao inaugurar o Centro Administrativo da Saúde Senador Gilvan Rocha, ele anunciou a entrega de nova unidade de Radioterapia do Huse e o envio de projeto de Lei que trata da segurança jurídica dos servidores da Fundação Hospitalar de Saúde.

“Estamos ampliando e modernizando os serviços, esse Centro Administrativo de Saúde vai facilitar o trabalho e trazer economicidade e agilidade aos serviços da saúde. Com isso, estaremos ainda ampliando os leitos do Huse. Assim, o governo do Estado está trabalhando em todas as direções para oferecer os melhores serviços na assistência à saúde da população”, discursou Jackson ao inaugurar o Centro Administrativo da Saúde Senador Gilvan Rocha.

Fruto de um investimento de R$ 4 milhões, o Centro atende às necessidades previstas em lei, no que diz respeito às características, dimensões e localização adequada para a prestação de serviços de saúde à população. O espaço passa a abrigar 14 unidades da rede estadual de Saúde, o que possibilitou a criação de novos 200 leitos no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e também a melhoria em outras unidades de saúde. Com 596 leitos atualmente, o hospital passará a ofertar 796.

“No Centro Administrativo, estamos cuidando da Saúde porque isso vai proporcionar que o Huse seja capaz de criar mais 200 vagas. Para nós, o fundamental e o mais importante é o aumento de vagas no Huse, para atender melhor à população e os serviços que foram agora criados e reformados. Quando se faz o Centro Administrativo, moderniza-se a administração, tiram-se de dentro do Huse setores que não precisam estar lá dentro e com isso, abrem-se perspectivas para que tenhamos mais espaços para criar mais enfermarias, criar mais leitos, porque o nosso objetivo é cuidar do povo”, disse.

O governador elencou, ainda, a economia que está sendo feita com o novo prédio, assim como a ampliação dos serviços e leitos em hospitais no interior do estado que também contribuem para desafogar o Huse.  “Aqui, nós estamos fazendo economia. O estado está alugando esse prédio por R$150 mil e pagava R$240 mil de alugueis. É uma economia. Paralelo a isso, o Estado, nesse momento, faz a reforma da Maternidade Hildete Falcão, que estava sem funcionar, oferecendo mais 60 leitos. Ampliou e reformou o Hospital de Glória. Vai instalar a ortopedia no Hospital de Estância e está ampliando os serviços do Hospital de Itabaiana. São investimentos em todas as áreas da Saúde”, afirmou.

Fundação

Na ocasião, o governador tranquilizou os servidores da Fundação Hospitalar de Saúde ao anunciar que enviará, ainda este mês, um projeto de Lei tratando do tema.

“Não há motivo de preocupação com a situação jurídica dos servidores da Fundação. Ainda este mês, enviaremos uma carta para cada servidor da Fundação Hospitalar, explicando o que será feito. Também enviaremos um projeto de lei para a Assembleia, elaborado pela Procuradoria, garantindo o futuro dos servidores da Fundação. Recebo a manifestação de vocês e entendo, mas dou minha palavra que estamos resolvendo juridicamente a situação. Esse projeto será enviado ainda este mês à Assembleia”, declarou.

Homenagem 

A solenidade teve início com hasteamento da bandeira e execução do Hino Nacional Brasileiro pela Banda da Polícia Militar de Sergipe.  Em seguida, o governador descerrou a placa que homenageia o ex- senador e médico Gilvan Rocha, que dá nome ao prédio.

Presente, a família de Gilvan Rocha agradeceu a homenagem. “Hoje, o governador Jackson Barreto e o secretário Almeida Lima homenageiam nossa família com uma obra que reflete a generosidade de ambos. Nós precisamos de homens como o senhor, Jackson Barreto. É com muita felicidade, honra e alegria que estamos aqui hoje. Meu pai andou com os bons e deixou um rastro de amigos leais e fieis. O que vemos é uma gratidão imensa. Quero dizer que, nessas pegadas, nós precisamos caminhar bem, precisamos colocar os nossos pés sem machucá-los. Caminhar com amor, foi isso que meu pai fez e é isso que estamos fazendo hoje ao homenageá-lo. Gostaria de dizer que as pegadas do senhor, Jackson Barreto, certamente deixarão um rastro de atenção à população, de respeito democrático e de generosidade”, agradeceu César Rocha, filho do homenageado.

“Mais do que Centro Administrativo, nesse lugar estará a síntese da supremacia de um ideal de modernidade e de transparência de economicidade e eficiência”, disse o secretário de Estado da Saúde, Almeida Lima.

Com a concentração das unidades no novo Centro Administrativo, haverá economia e os serviços da rede serão ampliados e otimizados, possibilitando melhor atendimento à população como explicou o superintendente do Huse, Luís Eduardo Prado.

“De forma direta e indireta, o novo Centro irá contribuir muito para a saúde. De forma direta, pela união, agilidade e logística, e os funcionários da Saúde estarem unidos em um só Centro. Indiretamente, pela abertura de vagas que vai fazer, principalmente, no Huse. Já abrimos 45 e estamos prestes a abrir mais 35 e, em dois meses, com certeza, 200 novos leitos dentro do Huse, desafogando o pronto-socorro e dando agilidade maior àquele hospital”, destacou.

Centro 

Entre as 14 unidades que irão funcionar no novo Centro Administrativo estão a diretoria de Vigilância Sanitária, o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), almoxarifados da Rede Estadual de Saúde e todo o aparelhamento para armazenamento, controle e distribuição de vacinas, além da Ceadi (Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunológicos), que passará a receber o Ambulatório de Retorno do Huse e do Centro de Atenção Integral a Saúde da Mulher (Caism).

A nova instalação agradou a servidora Jane Andrade, diretoria de Atenção Básica. Para ela, a centralização irá garantir mais agilidade na prestação dos serviços. “Facilitou muito para mim. Melhorou muito o contato com os colegas e o fluxo de um setor para o outro. Está mais organizado do que era antes”.

A comunicação entre as unidade será melhor qualificada, a partir do momento em que se disporá de um centro capaz de abranger setores como Vigilância Sanitária Estadual, Ceadi (Central Estadual de Armazenamento e Distribuição dos Imunobiológicos), Almoxarifado Central (Alcen), Central de Logística (Celog), garagem do Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] para conserto e manutenção de veículos, oficina, Central de Equipamentos, setor de patrimônios e arquivos]. Toda a parte administrativa da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Fundação Hospitalar de Saúde [FHS] também estão funcionando no local.

Com a inauguração do Centro, o Palácio Serigy será desocupado e no local funcionará parte da Central de Regulação e também o Centro de Especialidades Médicas. O Setor de Pediatria sairá do Huse para o local onde hoje funciona o Almoxarifado Central, na Rua Porto da Folha, entre Laranjeiras e São Cristóvão.

Outras ações 

O governo do Estado já investiu mais de R$ 40 milhões em reformas e adequações no Huse, com intervenções no pronto-socorro, centro cirúrgico, unidade pediátrica, UTI e centro de oncologia e radiologia.

O acelerador linear da nova radioterapia já foi instalado, está em fase de testes. O aparelho é um acelerador linear CX da Varian, com duas energias de fótons (para tumores mais profundos) e cinco energias de elétrons (para tumores mais superficiais). Para receber o novo acelerador linear, o governo construiu um bunker para adaptar a oncologia ao novo acelerador. O investimento na construção do bunker é de R$ 2.129.997,03 (recursos do Ministério da Saúde). A construção do novo bunker permitirá que o Hospital de Urgência amplie e fortaleça o atendimento para toda população que depende de tratamento pelo SUS no estado.
Presenças 

Compareceu à solenidade o presidente da Assembleia, deputado estadual Luciano Bispo; o deputado estadual Garibalde Mendonça; deputado estadual Jairo de Glória; os secretários estaduais da Comunicação, Sales Neto; da Fazenda, Josué Passos; o presidente do Tribunal de Justiça, Cesário Siqueira Neto; presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Nitinho Vitale; prefeito de Glória, Chico do Correio; prefeito de Santa Rosa de Lima, Luiz Roberto Azevedo Santos Júnior; prefeito de Tobias Barreto, Diogenes Almeida; vice-prefeito de Socorro, Betinho; prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana; presidente da Segrase, Ricardo Roriz; procuradora Geral do Estado, Aparecida Gama; o promotor de justiça Fábio Viegas; presidente do Banese, Fernando Mota, além de diretores e demais servidores.

 

Via ASN

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!