background img
b18d9c4a60c38801118bb7f513ab2760

Núcleo de Apoio ao Trabalho inseriu 364 pessoas no mercado de trabalho no primeiro trimestre

NAT também capacitou 368 pessoas entre os meses de fevereiro e março deste ano e abriu mais 700 vagas para oficinas que acontecerão em maio

O Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT) encaminhou 1.608 pessoas para processos seletivos no mercado de trabalho de janeiro a março de 2018. Desses, 364 pessoas já estão efetivamente trabalhando. Vinculado à Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh), o NAT atua na captação de vagas e realiza a intermediação de mão de obra entre empregadores e candidatos, enquanto operador do Sistema Nacional de Emprego (SINE) em Sergipe.

Na avaliação de Sandra Magna Rezende, coordenadora Estadual do Trabalho e Emprego da Seidh, os dados do primeiro trimestre de 2018 são satisfatórios. “A equipe do NAT realiza um grande trabalho de orientação com cada usuário. A confiança que as empresas têm conosco está cada dia mais fortalecida. Elas nos passam o quantitativo das vagas e fazemos toda a seleção bem criteriosa, atendendo as demandas e expectativas do perfil que é solicitado”, explicou.

Para quem está desempregado e precisa da reinserção no mercado, é fácil fazer o cadastro no NAT. Em Aracaju, basta dirigir-se ao NAT Matriz, localizado na sede da Seidh (Rua Santa Luzia, 680, bairro São José), nas três unidades do Centro de Atendimento ao Cidadão (CEAC – RioMar, Rua do Turista ou Rodoviária Nova), ou no Espaço Zé Peixe (antigo Terminal Hidroviário – Centro). No interior, o NAT possui oito postos credenciados pelo Ministério do Trabalho,nos municípios de Itabaiana, Neópolis, Canindé do São Francisco, Lagarto, Estância, Boquim, Simão Dias e Nossa Senhora do Socorro.

“Os profissionais do NAT nos recebem muito bem e nos orientam desde o momento do cadastro até as últimas etapas. Alguns amigos já recorreram ao serviço e saíram satisfeitos. Sempre acompanhamos as vagas pelos jornais, na televisão e pela internet”, comentou o jovem Wesley Silva, que concorre a uma vaga no mercado de trabalho.

Além dos pontos de atendimento, o NAT realiza ações itinerantes pelo interior, e o cidadão também pode se cadastrar no portal empregabrasil.mte.gov.br. “O NAT convoca de acordo com o que a empresa exige. A partir do cadastro, os profissionais filtram o candidato e fazem o contato. Caso ele não atenda ao perfil do solicitante, o candidato permanece no banco de dados e pode ser convocado para outra seleção. As vagas surgem diariamente. É só ficar atento”, pontuou Sandra Magna.

Para o secretário de Estado do Trabalho e da Inclusão Social, José Carlos Felizola, os avanços do NAT representam os esforços do Governo de Sergipe na concretização de ações de empregabilidade, inclusive para Pessoas com Deficiência – que contam com um atendimento constante e exclusivo no NAT Matriz, com a oferta diária de vagas.

“O NAT também se preocupa com a capacitação das pessoas, com o objetivo de aprimorar suas habilidades e torná-las mais competitivas na disputa por uma vaga. Somente neste primeiro trimestre, o NAT realizou dezenas de oficinas e já qualificou 368 pessoas entre os meses de fevereiro e março; e abriu mais 700 vagas para oficinas que acontecerão em maio. Em meio às dificuldades que o país enfrenta, especialmente no âmbito do desemprego, o NAT tem sido um grande mecanismo para fazer com que o cidadão se qualifique e se recoloque no mercado”, concluiu Felizola.

 

Via ASN

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!