background img
2018-07-02t151011z-1088169977-rc1d923d5a00-rtrmadp-3-soccer-worldcup-bra-mex

Eleito melhor do jogo, Neymar ironiza: “Falaram demais e foram para casa”

Após terceiro gol no Mundial da Rússia, camisa 10 projeta sequência: “Não quero que seja a Copa do Neymar, quero que seja a Copa do Brasil”

Protagonista nos 2 a 0 diante do México, em Samara, Neymar marcou o primeiro da Seleção – o segundo dele na Copa do Mundo -, participou da jogada do gol de Roberto Firmino e foi escolhido, em votação da Fifa, como melhor jogador na vitória brasileira nas oitavas.

Na saída de campo, o camisa 10 falou pela primeira vez durante o Mundial e aproveitou para desabafar. Caçado em campo contra o México, Neymar mandou recado aos adversários que encerreram a participação na Rússia.

- (Excesso de faltas sofridas) isso é complicado, não é uma coisa que cabe a mim. Só sofro a dor. Tomei um pisão desleal, da minha parte acho que fora da jogada, fora do campo. Acho que não pode. Mas é isso, eles falaram demais antes da partida e foram embora para casa.

Neymar reclamou muito de pisão de Layún  (Foto: Michael Dalder/Reuters)

Neymar reclamou muito de pisão de Layún (Foto: Michael Dalder/Reuters)

Neymar também fez questão de dividir os holofotes com o restante da Seleção. Mesmo após o prêmio individual, o atacante destacou o jogo coletivo do grupo de Tite.

- Não quero que seja a Copa do Neymar, quero que seja a Copa do Brasil. O coletivo é mais importante. Fico feliz por fazer parte desse grupo. Certeza de que esse time pode chegar muito longe.

Neymar comemora o primeiro gol do Brasil (Foto: REUTERS/Dylan Martinez)

Neymar comemora o primeiro gol do Brasil (Foto: REUTERS/Dylan Martinez)

O Brasil aguarda a definição do adversário das quartas: Bélgica e Japão se enfrentam às 15h (de Brasília). A Seleção volta a campo na sexta, às 15h, na Arena Kazan.

Veja outros trechos da entrevista de Neymar:

O jogo

Parabenizar a equipe pelo jogo de hoje. O que fica são momentos da partida que temos que aprender a sofrer. Hoje demonstramos que sabemos um pouco (risos). Foi sofrido, muito difícil, sabemos da qualidade da outra equipe. Mas mais uma vez nossa equipe mostrou qualidade.

Pensou que Ochoa iria parar o Brasil de novo?

Ochoa é um grande goleiro, sabemos da qualidade dele. Parabenizo por uma grande partida, mas eu não desisto nunca, sou brasileiro. Foi um gol de vontade, percepção, de estar ligado na partida. Consegui empurrar a bola para dentro.

Neymar leva pisão fora de campo de Layún e árbitro ignora a agressão, aos 26' do 2ºT

Neymar leva pisão fora de campo de Layún e árbitro ignora a agressão, aos 26′ do 2ºT

A fama de jogador “cai cai” incomoda?

Eu acho que é para tentar minar do que qualquer outra coisa. Eu não ligo muito para críticas, às vezes nem mesmo para o elogio. Isso pode influenciar a cabeça do atleta. Esses últimos dois jogos eu não falei com a imprensa porque eu não queria polêmica, tem muita gente falando, uns se alteram, não sei se querem aparecer.

Eu só tenho que jogar futebol, ajudar minha equipe, eu vim para ganhar, não para outra coisa. Espero poder melhorar cada vez mais, sabia que precisaria de ritmo para voltar ao meu nível normal. Hoje já me sinto muito melhor, estou muito feliz pela partida de hoje, parabenizo toda a equipe pelo trabalho, esforço, estamos melhorando cada vez mais

Desempenho da defesa

Nossa equipe sempre veio de muitos jogos sem sofrer gols, pela qualidade que temos lá atrás, pelos zagueiros que temos. Ficamos felizes lá na frente, para fazer os gols.

Está 100%?

Quase lá!

Via GLOBO ESPORTE

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!