background img
capa-e1539641816307

Polícia Federal vê indícios de prática de crime por Valadares Filho

Por Fan F1

Inquérito foi remetido à Procuradoria Geral da República (PGR).

“Isto posto e, considerando, ao menos num juízo preliminar, que há indícios de prática de crime por deputado federal“, diz a Polícia Federal ao enviar inquérito para PGR no dia 27 de setembro.

O trecho acima está no Inquérito Policial 0347/2018 instaurado pela Polícia Federal a partir de uma queixa-crime apresentada pelo deputado Valadares Filho (PSB) no último  dia 17.

Fan F1 teve acesso com exclusividade a este documento que mostra que Valadares Filho, ao invés de vítima pode se tornar réu da ação que ele mesmo denunciou.

O inquérito foi encaminhado pela PF à PGR no dia 27 com indícios do cometimento de práticas de crime.

Para PF-SE, o deputado relatou que teria sido vítima de fake news e denunciou o blogueiro Thiago França Reis como suposto autor das notícias falsas. Na queixa, Valadares acusa Thiago Reis de publicar vídeos apócrifos com denúncias infundadas. Nos vídeos, Valadares Filho estaria sendo acusado de lavagem de dinheiro e apresentação de documentos falsos para recebimento de verbas junto à Câmara Federal.

No inquérito fica claro, que a Polícia Federal convocou o blogueiro para depor e durante oitiva, Thiago Reis teria, além de prestado esclarecimentos, entregue um volume de documentos. “Nos apresentou uma vasta documentação a qual, segundo ele, comprovam que o que ele falou do deputado federal seria verdade”, diz trecho do ofício.

O ofício é encerrado informando que cabe à PGR, após análise, decidir se autoriza a continuidade da investigação. “Encaminho o presente expediente para apreciação de Vossa Excelência para a adoção das providências que entender pertinentes”. O procedimento é padrão tendo em vista que Valadares Filho goza de foro privilegiado.

O Fan F1 consultou juristas e, segundo informações, a PGR não tem prazo para se pronunciar sobre os fatos.

Até lá ficará a expectativa de onde se encontra a verdade. Se tiver Valadares Filho sido vítima de fake News, o blogueiro será processado. Caso as provas chamem a atenção da PGR, como aconteceu com a PF-SE, o deputado é que se tonará réu. Numa consulta a processos junto a PGR, ainda não consta posicionamento sobre a provocação.

O Fan F1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do parlamentar e até o momento da publicação não recebeu resposta. Continuamos à disposição e atualizaremos matéria se necessário.

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!