background img
whatsapp_image_2018-10-23_at_13.42.10

O QUE PODEMOS ESPERAR DO FORD TERRITORY

tilitário médio ainda não está confirmado para o Brasil, mas será mostrado no Salão de São Paulo e pode vir em 2019 brigar com o Jeep Compass

por JULIO CABRAL – Auto Esporte

Uma das grandes surpresas da Ford para o Salão do Automóvel é a presença do SUV médio Territory. Projetado em conjunto com a parceira Jiangling Motors Corporation, o modelo foi apresentado recentemente na China e se encaixa no mesmo segmento dominado há dois anos pelo Jeep Compass.

Por enquanto, o carro vem para prospectar o interesse, sem confirmação, mas ele tem grandes chances de ser importado ou, quem sabe, produzido no Cone Sul (Brasil ou Argentina). O fabricante sabe que o segmento é um dos mais quentes, e apostar em SUVs faz parte da estratégia mundial da Ford. A marca não produzirá mais o Focus na fábrica argentina de Pacheco e, quem sabe, isso não libera um espacinho para o Territory?

Ford no Salão SP 2018 (Foto: Julio Cabral/Autoesporte)

Repleto de vincos, o estilo lembra muito o EcoSport e o maior Escape. Os faróis iluminados integralmente por LEDs se somam às luzes de rodagem diurna no para-choque. As laterais são marcadas por um forte vinco ascendente. O teto em arco tem efeito flutuante graças às colunas traseiras com vidros espia embutidos. As lanternas horizontais acentuam a largura.

Enquanto isso, o interior tem painel de instrumentos digital e a central multimídia conta com uma telona de 10 polegadas. O padrão de acabamento parece muito bom, com direito a revestimentos de couro e detalhes que imitam madeira. Botões do tipo aviação completam a boa impressão na cabine.

Ford no Salão SP 2018 (Foto: Julio Cabral/Autoesporte)

Embora tenha sido projetado em um país emergente, o Territory conta com auxílios de condução semiautônomos. Há controle de cruzeiro adaptativo, alerta de colisão, assistente de ponto cego e de manutenção de faixa, e sistema de baliza automática com câmera 360 graus.

O nome Territory já foi utilizado pela Ford em um crossover médio vendido na Austrália. Mas o novo modelo é baseado no crossover Yusheng S330, feito pela parceira chinesa JMC e lançado originalmente em 2016. A plataforma oferece bom espaço, são 4,58 metros de comprimento e 2,71 metros de entre-eixos.

Ford no Salão SP 2018 (Foto: Julio Cabral/Autoesporte)
Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!