background img

Prefeitura de Aracaju recompõe quase 30 mil luminárias em 2018

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), faz da iluminação pública uma ferramenta com função social definida cujos principais objetivos são garantir que as pessoas usufruam de espaços públicos no período noturno e evitar insegurança em locais com pouca luminosidade. Durante a atual gestão, os investimentos neste quesito já ultrapassam os R$ 6,5 milhões na reposição de lâmpadas queimadas, hastes e equipamentos acessórios ao parque de iluminação, recolocação de fiação e extensão de rede em lugares ainda sem este serviço.

Em 2018, o trabalho foi mantido e os números revelam a equidade entre as demandas surgidas e a recomposição dos conjuntos elétricos da rede pública de iluminação. De janeiro até dezembro, aproximadamente 30 mil luminárias foram substituídas ou receberam algum tipo de manutenção, significando que em um ano a empresa municipal conseguiu suprir quase 40% de toda a rede cujo total de pontos totaliza mais de 55 mil luminárias.

O secretário municipal da Infraestrutura, Sérgio Ferrari, acredita que o serviço está conseguindo atender as solicitações chegadas e em tempo relativamente rápido. “Em média, foram registradas mais de duas mil lâmpadas trocadas a cada mês e em tempo que, no máximo, chegava a 72 horas, o que é algo considerável para uma cidade como Aracaju. Embora no início de 2017 o município possuísse um parque de iluminação defasado e ainda tivesse que repor cabeamento furtado em alguns locais, a Emurb tem conseguido manter a regularidade necessária no sistema de iluminação da capital”, frisa Ferrari.

Sobre os furtos registrados, Ferrari relembra que quase 20 boletins de ocorrência foram registrados e prejuízos aos cofres públicos contabilizados. “Nos últimos anos, os gastos com este tipo de crime somam quase R$ 100 mil e este valor poderia ter sido utilizado em outras melhorias. Desde locais mais movimentados a ruas desertas, a petulância dos criminosos onera o erário. Ainda que as rondas da Guarda Municipal sejam elogiáveis, já tivemos casos registrados na ponte da Coroa do Meio; avenida Beira Mar; praça Zilda Arns; e nas proximidades da Invasão das Mangabeiras”, lamenta o secretário.

A Prefeitura apela à população que denuncie os criminosos e acione a unidade de segurança pública mais próximo, seja a Polícia, através do número telefônico 190, ou a Guarda Municipal, através do telefone 153. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Atendimento

A Emurb disponibiliza para a população dois tipos de serviço na área de iluminação pública. Para lâmpadas queimadas, o cidadão deve ligar para o call center, por meio do número 0800-642-4343 ou pelo aplicativo Telegram. Basta procurar o usuário Geolux e dizer “Oi” para começar o diálogo. O atendimento é interativo e georreferenciado. Já para a implantação ou melhoria de iluminação existente, a solicitação deve ser feita através do número (79) 3179-1619.

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!