background img

Sergipe supera os 30% de redução de crimes violentos e tem melhores números no primeiro trimestre

Dados atestados pelo Fórum Brasileiro da Segurança Pública e Núcleo de Estudos da Violência da USP reforçam redução dos homicídios no Brasil e em Sergipe

O Monitor da Violência, uma parceria do Portal G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgou nesta segunda-feira (13) que as taxas de crimes violentos diminuíram 24% em todo o Brasil. Apenas quatro estados apresentaram taxas maiores que 30%: Ceará, Amapá, Sergipe e Rio Grande do Norte.

Isso quer dizer que o país teve 3,2 mil mortes violentas a menos em janeiro, fevereiro e março deste ano em relação a 2018. O número de assassinatos, porém, continua alto. Em Sergipe, a redução do primeiro trimestre de 2019 no estado foi de 33,8%, com 102 casos a menos que o mesmo período de 2018, a menor taxa em sete anos.

Os números atestados pelo Monitor da Violência, pelo Núcleo de Estudos da Violência da USP e o próprio Fórum Brasileiro de Segurança Pública confirmam dados que estão sendo divulgados periodicamente pela Secretaria da Segurança Pública de Sergipe.

Os especialistas e estudiosos na área da Segurança Pública avaliam que os motivos por trás da queda, segundo o pesquisador do NEV-USP Bruno Paes Manso e o diretor-presidente do FBSP Renato Sérgio de Lima, estão: diminuição da tensão entre as facções depois da crise nos presídios, mais instrumentos para atuar no comando das facções rivais, compartilhamento de políticas públicas entre todas as esferas, programas estaduais de redução da violência, criação do Sistema Único de Segurança Pública e pressão da opinião pública.

João Eloy lembra que a tendência de redução é mostrada pela SSP desde 2017 e acredita que Sergipe alcançará números ainda melhores em 2019. “A tendência é que a taxa de homicídios continue diminuindo. Tivemos um ápice em 2016, com números que incomodaram a todos. Em uma análise do primeiro trimestre de 2019, no comparativo com 2016, nossa redução alcança 41%. São números consistentes e que mostram que estamos no caminho correto”, explicou.

Mesmo com a desmobilização da Força Nacional no Estado, por meio do trabalho integrado entre a instituição federal e as que compõem a Segurança Pública de Sergipe, os índices dos primeiros meses de 2019 comprovam que a atuação estratégica da SSP tende a manter a redução dos crimes. O secretário de Segurança Pública, João Eloy de Menezes, atribui a diminuição ao planejamento elaborado desde 2017 e à integração entre as forças policiais.

“Estudamos semanalmente o comportamento da criminalidade em Sergipe. Intensificamos a atuação dos nossos policiais nas áreas mais problemáticas, com o policiamento ostensivo e investigações com foco no tráfico de drogas e homicídios”, explicou.

Tags relacionadas
Veja também
Comentários

Comentários encerrados!