A verdade contada como ela é.

Centauro volta a elevar a oferta para tentar comprar Netshoes


Grupo elevou proposta para cerca de US$ 114,9 milhões, o equivalente a US$ 3,7 por ação, ante proposta anterior de 3,5 por papel (US$ 108,7 milhões).

Por G1

O grupo varejista SBF, dono da rede de lojas Centauro, voltou a elevar a sua proposta para tentar comprar a Netshoes. Em comunicado ao mercado divulgado na terça-feira (11), o grupo informou que elevou a oferta para cerca de US$ 114,9 milhões, o equivalente a US$ 3,7 por ação, ante proposta anterior de 3,5 por papel (US$ 108,7 milhões).

O montante é 23,3% superior aos R$ 3 por ação oferecido pelo Magazine Luiza, em uma proposta que avalia a Netshoes em cerca de US$ 93 milhões.

Em comunicado, a Centauro diz que a nova proposta torna “significativamente mais atrativas as condições financeiras para os acionistas da Netshoes” e “eliminam os riscos atinentes aos problemas de fluxo de caixa de curto prazo”.

Além do aumento da oferta, o Grupo SBF também prometeu injeção de caixa de R$ 120 milhões – a ser feita assim que a proposta for aprovada pelos acionistas da Netshoes.

O conselho da Netshoes anunciou na semana passada que reiterou arecomendação de que os acionistas da empresa votem favoravelmente à aprovação da oferta do Magazine Luiza. A assembleia está agendada para acontecer na sexta-feira (14).

As ações da Netshoes registravam alta de mais de 15% na pré-negociação da Bolsa de Nova York (Nyse). Os papéis eram negociados a US$ 3,50, em alta de 15,13%.

Na visão de analistas do Brasil Plural, a disputa pelo controle da Netshoes deve afetar negativamente as ações do Magazine Luiza nesta quarta-feira, já que o inesperado rumo dos eventos pode surpreender os investidores e colocar em risco os planos da varejista, destaca a agência Reuters.

Entenda a disputa

A guerra de propostas ressalta a relevância de empresas de comércio eletrônico em atrair consumidores que estão cada vez mais inclinados a comprar produtos online em seus smartphones e tablets.

Entre a primeira oferta dada pelo Magazine Luiza e esta última da Centauro, o valor da proposta pela aquisição da Netshoes já subiu 75%.

No final de abril, a Magazine Luiza tinha anunciado acordo para ficar com a Netshoes por cerca de US$ 62 milhões, ou US$ 2 por ação.

No dia 23 de maio, o grupo SBF, dono da rede de lojas Centauro, entrou na disputa com uma proposta da ordem de US$ 87 milhões, ou US$ 2,80 por ação.

No dia 26 de maio, o Magazine Luiza aumentou em 50% a sua oferta inicial, para US$ 93 milhões, o equivalente a US$ 3 por ação.

No dia 29 de maio, o grupo SBF, elevou a sua proposta para cerca de US$ 108,7 milhões, o equivalente a US$ 3,5 por ação, propondo também estruturar uma transação que viabilize aporte imediato de até R$ 70 milhões na Netshoes.

A nova proposta apresentada nesta terça acontece após o conselho de administração da Netshoes ter recomendado a aprovação da proposta feita pelo Magazine Luiza, citando falta de mecanismos suficientes com relação à condição financeira e aos problemas de liquidez de curto prazo da Netshoes, tendo em vista a necessidade de aprovação da “transação Centauro” pelas autoridades brasileiras.

A Netshoes abriu seu capital na bolsa de Nova York em 2017. Na época, a empresa captou cerca de US$ 140 milhões com a operação. Em 2018, até o terceiro trimestre, a companhia acumulava prejuízo líquido de R$ 241,5 milhões, ante R$ 120,6 milhões negativos no mesmo período do ano anterior.

Tags: