A verdade contada como ela é.

Aconteceu na Bahia: Motorista de aplicativo nega viagem ao ver passageira “acima do peso”


Vai andando, querida, para emagrecer”, disse o condutor; caso aconteceu em Salvador

Uma mulher teve sua corrida cancelada pelo motorista de um aplicativo em Salvador, Bahia, após ele chegar ao local e ver que estava “acima do peso”. Uma imagem publicada pelo site Bahia Informamostra a conversa entre a passageira e o condutor no qual ela questiona o motivo dele ter passado direto.

“Vai andando, querida, para emagracer”, respondeu o motorista. A passageira, então, avisou que prestaria uma queixa.

A jornalista e influencer Flávia Durante comentou o caso em suas redes sociais na noite desta quarta-feira (24). “Além de gordofobia omissão de socorro pois a cliente levaria filho ao médico. Gostaria de saber @voude99 que medidas tomarão contra discriminação por tamanho”, questionou a influencer.

“A gente vê muitas ações das empresas contra o racismo, machismo, lgbtfobia (ainda bem, tem que ter mesmo), algumas contra o capacitismo e nenhuma contra a gordofobia”, lamentou.

Procurada por Marie Clairea empresa 99 informou querecebeu, por meio das redes sociais, o relato grave da passageira Joyce dos Santos e que “lamenta profundamente a situação, e reitera que repudia qualquer tipo de discriminação e tem uma política de tolerância zero em relação a isso. A 99 orienta e sensibiliza seus motoristas parceiros a atenderem passageiros com gentileza e respeito. Em seus termos de uso, a empresa ressalta que motoristas parceiros não podem discriminar ou selecionar passageiros por quaisquer motivos, além de tratá-los com boa fé, profissionalismo e respeito”.

A empresa informou ainda que uma “equipe especializada foi mobilizada para apurar o caso de Joyce e está buscando contato com a passageira para lhe dar apoio e acolhimento. Enquanto isso, o motorista foi bloqueado. A 99 está disponível para colaborar com a investigação da polícia. A 99 reitera que investe continuamente para prevenir esse tipo de situação, realiza periodicamente rodas de conversas para orientar motoristas parceiros a terem uma postura de respeito e gentileza com todos”.

Passageiros e motoristas que tenham sofrido qualquer forma de discriminação devem reportar imediatamente para a empresa, por meio de seu app ou pelo telefone 0800-888-8999.

https://t.co/u3M9c7JZd9

Via Maria Clarie