A verdade contada como ela é.

Drone que matou líder iraniano é o mais letal da frota dos EUA


Aeronave não-tripulada MQ-9 Reaper pode voar por até 27 horas a uma velocidade de cerca de 400 km/h.

Os Estados Unidos usaram o drone mais letal de sua frota no ataque que matou o general iraniano Qassem Soleimani em Bagdá, no Iraque. A aeronave não-tripulada chamada MQ-9 Reaper consegue voar em uma altura acima dos aviões comerciais e tem autonomia de voo de até 27 horas. O drone pode alcançar uma velocidade de até 400 km/h e carrega mais de uma tonelada de equipamentos, entre eles os mísseis hellfire.

Na sexta-feira, o presidente americano Donald Trump destacou em seu discurso que o ataque foi preciso e infalível.

O bombardeio ordenado por Trump teve como alvo um comboio de veículos dentro do Aeroporto Internacional de Bagdá. A comitiva com Soleimani vinha da Síria e deixava o aeroporto em dois carros. O ataque aconteceu próximo a uma área de cargas. O Pentágono não apresentou detalhes sobre a ação.

O governo americano culpou Soleimani por mortes de americanos no Oriente Médio e afirmou que o objetivo foi deter planos de futuros ataques iranianos.

Em foto de 2016, Qassem Soleimani, chefe da Guarda Revolucionária Iraniana, participa de um reunião em Terrã, no Irã — Foto: Office of the Iranian Supreme Leader via AP, Arquivo

Em foto de 2016, Qassem Soleimani, chefe da Guarda Revolucionária Iraniana, participa de um reunião em Terrã, no Irã — Foto: Office of the Iranian Supreme Leader via AP, Arquivo