A verdade contada como ela é.

EIS A PICAPE MÉDIA DA HYUNDAI: A RIVAL DA TOYOTA HILUX COM CARA DE FIAT TORO


Santa Cruz será lançada até 2021 e tem estrutura de carro de passeio

por JULIO CABRAL

A picape Hyundai Santa Cruz apareceu há quase cinco anos do Salão do Automóvel de Detroit, nos Estados Unidos. O utilitário passou por uma longa fase de desenvolvimento e teve a produção confirmada para o início de 2021, na fábrica de Montgomery, Alabama. Ou seja, demorou muito até ela começar a ser flagrada em testes, primeiro como mula, agora em versão de produção.

O pessoal do Automedia conseguiu fotografar a Hyundai em testes na Lapônia. Em meio a um lago congelado, o modelo ainda está muito camuflado. Porém, já é possível ver bem a seção lateral do utilitário, tal como parte da frente e traseira.

É no perfil que está a novidade: o antigo conceito tinha carroceria estendida, mas o carro de produção apareceu com cabine dupla. O formato de cabine estendida é popular nos Estados Unidos, vide a Jeep Gladiator e outras picapes médias ou grande. Mas caiu em desuso no Brasil, onde a Chevrolet S10 e Ford Ranger já ostentavam esse formato.

Perfil traz semelhanças com a Fiat Toro, também baseada em carro de passeio (Foto: AutoMedia/Autoesporte)

PERFIL TRAZ SEMELHANÇAS COM A FIAT TORO, TAMBÉM BASEADA EM CARRO DE PASSEIO (FOTO: AUTOMEDIA/AUTOESPORTE)

Outro ponto visível é o formato dos faróis. A picape conceito de 2015 exibia um estilo alinhado com os Hyundais de então. O tempo passou e o fabricante adotou uma nova linguagem, com direito a faróis divididos. E a seção traseira tem lanternas com filetes de LEDs, maiores do que a cobertura deixa antever.

No final, o resultado ainda não é visível, mas podemos dizer que é parecido com o da Toro em pontos como os faróis divididos, linha dos vidros e colunas e também a opção por lanternas de LEDs.

Não é uma coincidência: ambas são baseadas em carros de passeio. O objetivo dos projetos é combinar os atributos de um SUV compacto, mas com a versatilidade cotidiana oferecida por uma caçamba.

Traseira tem caçamba mais curta do que em uma média e lanternas de LEDs (Foto: AutoMedia/Autoesporte)

TRASEIRA TEM CAÇAMBA MAIS CURTA DO QUE EM UMA MÉDIA E LANTERNAS DE LEDS (FOTO: AUTOMEDIA/AUTOESPORTE)

A Santa Cruz será construída sobre a arquitetura do Santa Fe, com o qual também compartilha parte da denominação. É algo natural, uma vez que o SUV médio é construído na mesma fábrica do Alabama.

E não será apenas a plataforma que será compartilhada. Os motores também devem ser. A opção de entrada não é tão sedutora, um 2.4 aspirado de 187 cv. O mais adequado para levar peso e dar uma boa performance é o novo 2.0 turbo de 240 cv e 35,9 kgfm de torque. A tração terá opção de 4X4, contudo, as versões básicas devem ser de tração dianteira. Igualmente como é com a Toro, aliás.

Quanto ao Brasil, ainda não há planos oficiais, mas a Santa Cruz deve ser vendida por aqui até 2021 ou início de 2022.